26/03/2009

Ela ja o perdeu.. parte II


De nada adianta..

           Ainda era dia.. fim do dia
A cabeça cheia de coisas do trabalho ele sai voltando pra casa. Hoje ele resolve largar o motorista, resolve ir a pé, afinal não era muito longe mesmo, e fazia tempo que ele não tinha esse tempo para si proprio.
           Ele sai a andar pelo parque.. Outono
Ele sorri do nada, lembrando do sorriso da sua nova namorada, amada, companheira, ele estava realmente gostando dela.
           Um casal passa pela sua frente.. sorrisos, abraços, olhares, maos dadas.
Ele para. Pensa. Lembra. Da mulher da sua vida, ou da que ele pensava que era.
Ele volta a andar agora, serio, pensativo, sem saber realmente a direção. Agora seus pensamentos estavam cheios dos olhos dela, daquela que um dia o rejeitou, aquela que quando olhava em seus olhos ele via tudo o que contrazia com suas palavras, aquela que ele mais amou, aquela por quem ele daria tudo.
Ele ainda lembrava dos seus olhos alegres, do seu franzir de testa tão comum, da sua vontade de cresçer logo quando ainda não passava de uma criança.. Ah e como ele lembrava.. daqueles beijos inocentes, aqueles olhares por mais que negados, verdadeiros, sinceros. 
Ele a tinha amado de verdade, ela não acreditou..
            As folhas caiam pelo parque, mas ele não mais as notava, tudo se passava desperçebido agora, ele andava, e por incrivel que pareça estava no caminho certo de casa. Chegava em casa, lentamente.. Casa vazia, não existia mais aquele barulho como na adolescencia, um dia ele teve de cresçer certo ? E ele cresçeu bem, dono do seu proprio nariz.. Mas não dos seus pensamentos.
            Ele tenta fazer algo incomum dessa vez, senta no sofa com uma cerveja na mão, liga no canal de futebol exterior. Mente andando, pensamentos voando, lembrando. Ah e como ele lembrava.. do sorriso dela, dos encontros escondidos rapidamente, da coragem dela de enfrentar contra seus ideias por ele.. Pena que por tão pouco.. Ela realmente não acreditou neles, ela não pos fé em tudo o que ele dizia.
            Agora ele ainda se lembrava o quanto foste magoado, como ainda estava..
Bebendo a bebida hoje em dia incomum pra ele, pensava em todas as decepções com ela, se perguntava se ela um dia ja tinha sentido sua falta, porque nunca o procurara mais uma vez, nem que seja para apenas dizer oi..
            O telefone toca, não muito afim de responder ele não da atenção por um tempo, mas acaba atendendo.
- Alô ? 
Silencio.. Apenas uma respiração irregular transpareçia, algo talvez conheçido ..
- Alô ? Quem ta falando ? 
Silencio.. Seria ela ? Ela presentira seus pensamentos ? Ele pensa em vão perguntar ..
Telefone mudo..
A ligação é cortada..
            Ele olha o aparelho como se nada mais existisse, as lembranças doiam demais, a incerteza corroia. Ele joga o telefone no sofá, com a mão no queixo volta a pensar.. Agora naquela que sorri com o seu sorriso, naquela que se importa com ele, naquela que o ama.
            Como aquela garota do seu passado nunca mais.. Quatro anos.. Mas ele nunca a esqueçeria..
A vida segue, de um jeito ou de outro..

By Texto: Josi Keller



20 comentários:

Taiyo Omura disse...

os sentimentos flutuam nas suas palavras

continue nessa busca, sem fim...

beijo

Fulvio Ribeiro disse...

Olá...!!!
Gostei de tudo aqui viu...!!!
Abraços.

Nilson Barcelli disse...

Li a primeira parte e esta.
A história está bem estruturada e com conteúdo, quase como se faz no cinema.
Presumo que vai continuar com a história pelo menos por mais um capítulo. Virei ler.
A capacidade de escrita da Josi ainda é muito limitada, mas como vc só tem 14 anos, tem muito tempo para progredir.
Aprende-se a escrever, escrevendo. Mas é muito importante ler bons livros, pois sem isso vc nunca será capaz de escrever bem.
Beijinhos.

Isa disse...

Olá.Bom dia!
Vim agradecer o que me deixou no meu blog.
O AMOR é tão lindo,tão bom,mas às vezes magoa tanto,ñ é?
Voltarei aqui,se Deus quiser.
Beijo.
isa.

O Profeta disse...

Escreves com uma certa maestria, diria mesmo que és uma ficcionista...gostei...voltarei...


Doce beijo

Delymar disse...

Te achei por acaso... gostei do modo que escreve... Vou te seguir...
beijos

Giselle disse...

Josi,
adorei a primeira parte da história ...
Lindona, vim retribuir a visita e lhe perguntar se vc pegou o selinho da amziade virtual?
Volta lá e pega tá?
Ahhhhh vou te linkar te acompanhar tá?
Seu blog é delicioso, eu amei !!!
Sempre estarei por aqui lindona ...
Beijos, linda sexta e um fim de semana belíssimo

fred disse...

Você tem talento para a ficção, Josi. Deve continuar a escrever e a ler, para aprimorar.
Veja o comentário que deixei na primeira parte.
Desejo-lhe sucesso.
Beijos.

Anônimo disse...

Menina vc tão jovem e já tão carente; tenha calma! (perfil)

Gostei de seu blog

Vera

Fabricante de Sonhos disse...

Muuuito bom heim!!!!
To sentindo cheirinho de Livro no ar!!!
Gostei muito de todo aqui!
Muito legal a forma como vc escreve!
Parabéns!!!!!
Ah! E volte sempre na minha fábrica de sonhos, ok???

Ótimo final de semana, mocinha!!!!

Beijo enooorme!

Fabricante...

Mari Amorim disse...

Olá,
grata,pela visita e convite,gostei muito do blog,estamos sempre buscando, e aprendendo.Fico feliz,com uma menina,igual a você,parabéns! pelo talento
beijos
Mari

Pedrasnuas disse...

Menina,

Obrigada pela visita,vim pelo seu chamamento.Li o texto e recordei os meus 14 anos.
Começa-se assim...vai aprimorando a tua ecrita e sobretudo lê muito.É fundamental para quem escreve,ler!!!Certo?
Se quiseres vais longe.Toda a força do mundo!

Xi coração

Bel disse...

Olá...!!!
Gostei muito do seu texto e do visual do seu blog!! Parabéns!
Abraços.

Isa disse...

Voltei,pois então.
Vai encontrar esse AMOR!!
Aquilo que quer encontrar num Homem
é tão natural,tão lindo,que acredito q. chegará breve.
Beijinho,Josi.
isa.

Giselle disse...

Jô,
o selinho da amizade está no meu post de ontem, logo abaixo do texto de hj ...
Beijo grande

Fulvio Ribeiro disse...

Rsrsrs...!!!
Não é crítica não,gostei mesmo.
Abraço.

Fulvio Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Guinei disse...

Oi Josi!Tudo bem?Meu nome é Fagner e eu estou passando para conhecer pessoas novas neste blog!Recém abri e estou visitando o pessoal e convidando também para conhecer o meu!
Visite!
Abração!!!

Tati disse...

Minha escritora favorita!!
É sim, vc cada vez mais me surpreende com seu textos LIN-DOS!!!

beijooooos!
Tati.

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny