20/04/2009

Uma lagrima cai.. a ultima

.
          Ela levanta os olhos, olha para o çeu como se pedisse respostas. Nada.
         Uma lagrima cai, no silencio a beira-mar, apenas o barulho violento do mar no fim de tarde fazia parte do cenario.
         Uma lagrima, um soluço, uma dor.. uma grande dor.
         Ela anda apenas mais alguns passos ate se ajoelhar chorando desesperanda, soluçando.
        Ela agora senta na areia, dando vazão as lagrimas, que saem naturalmente.. 
       Por dentro era como se estivesse morrendo, como se estivesse acabado, a dor era grande demais.
           Eu o amava.. ela fala por entre soluços e lagrimas.
  Agora ela admitia. Agora ela sabia. E agora ela queria falar, e era tarde demais.
     Doia, ah e como doia. Dizer, tentar expressar em papel, letras e falas não é o bastante pra perçeber, para voçê perçeber a dor.. É uma coisa incomum, é como o fim, o seu proprio fim. 
E la dentro latejava, algo dentro dela queria gritar, espernear mas ela não tinha mais forças..
Ela agora contemplava o mar, suas violentas ondas nesse momento. 
Não tinha respostas, não tinha perguntas logicas, não tinha mais razão, não tinha mais nada, acabará, acabou.
A melancolia toma conta, a solidão, o sentimento vazio, a depressão.
Uma lagrima cai, a ultima. A partir de agora não valia mais a pena.. eles sempre partiam certo ? 
' E as vezes é como se tudo morrese, acabasse, e não adianta 
nenhuma palavra, ou pessoa nesse momento ajuda. Apenas morria .. ' 


By Texto: Josi Keller

14 comentários:

Gêsa disse...

* Deprimente, porém lindo. :D
Muito legal o blog, parabéns

Igor Monteiro. disse...

Tô te seguindo agora, rsrs,
tudo que fizer vou tá aqui pra ler, rs,
virei seguidor, rsrsrs
abraços.

BANDEIRAS disse...

Olá,

Vim retribuir a visita.

Parabéns pelo blog.
Em relação ao texto, muito bom, continue assim, devemos sempre escrever aquilo que sentimos.

Bjs e volta, tá ?

Chica disse...

Como sempre lindo,mas triste! um beijo e fica bem!chica

Giselle disse...

Jô,
infelizmente qdo sentimos algo, seja dor ou amor, tudo tem um motivo, um poruqe ...
Senti-se vivo, amado, doído, amanhã tudo poderá acontecer novamente, no momento parece uma dor sem fim, mas amanhã essa dor não será tão forte assim, no momento, tudo parece que acabou ali, que não tem mais o porque, mas no fundo nós sabemos que nada acabou ali, que vem mais, muito mais ...
A vida sempre nos mostra mais, e se passamos por aquilo, amanhã poderemos com certeza passar por mais ...
Nenhuma dor é tão insuportável que a gente não possa superar, esquecer talvez não, mas superar sim ...
Lindo texto ...
Um beijo enorme nesse seu coraçãozinho tão sonhador ...

Drê disse...

Adorei seu blog menina! :)
Essas músicas então... ;P
Dá uma passada no meu!
Beijos

Sheila disse...

aiin que liindo.
parabens, meio triste o texto, mais sincero. e vc usou mto bem as palavras :D

seja sempre vem vindo no meu ^^
vou estar te acompanhando tá? :)

beeijo :*

Juliano disse...

Cara, parece que você estava contando a história do meu veraneio esse ano. por incrivel que pareça era assim que me sentia cada vez que via o mar !

bjooo :*

♥♥▬√ih▬♥♥ disse...

Nossa! que lindo, mais triste.

Gostei muito do seu Blog :)

Bjos

Amarísio Araújo disse...

Josi,

Gostei dos seus versos sentidos.Há uma melancolia,uma tristeza por amor que,certamente,enternece a quem lê.
Parabéns pelo seu blog.Continue se expressando com a sensibilidade que lhe é própria.
Obrigado pela visita ao meu recanto.Volte quando quiser.
Beijos.

Lizzie disse...

Josi...
Por dentro nós mesmos somos mar, com ondas violentas e um íntimo misterioso.
Algo em nós sempre parte - o tempo.

Um beijo,
www.lizziepohlmann.com

Sam disse...

Pense bem, uma lágrima também é mar!

Há vida até quando acreditamos ela ter se extinguido!

Beijos meus!

Sheila disse...

ps. tem um selinho pra voce la no meu blog :)

Melsavinon disse...

Passei para visitar e conhecer seu blog sim,e gostei muito.
Gostei da maneira de escrever.
Vou voltar com mais tempo para ler também os posts mais antigos.
Bjos.