13/10/2009

Diferente . Apenas olhe nas entre-linhas

Diferentee ..
Certamente seria uma palavra que teria um sentido bom, certo? Teria um sentido especial, raro, um Q de misterio ..
Mais tente olhar nas entre-linhas. Olhe bem lá no fundo.
Houve uma pessoa. Ela não era capaz de levar as coisas muito a serio, havia aqueles momentos em que tudo, era apenas sorrir, sentir, e lembrar depois.
Mas também havia momentos escondidos, não revelados.
Momentos em que um sorriso deveria significar mais, uma palavra deveria ter sentido sonhador, momentos que iriam ecoar pro resto da vida. Realmente DEVIA.
Momentos apenas.
Ela não se apaixonava. Ainda não se apaixonara. Não realmente.
Ela não se entregava. Não conseguia. Não parecia tão simples quanto em palavras, em sonhos, em pensamentos.
Tinha muita coisa no caminho, sempre tinha. Ou ela colocava no caminho talvez.0
Mas sempre tinha..
Ela não se entristecia como os outros, não pensava como os outros, não se apaixonava ou pensava se apaixonar como os outros. Era tudo diferente, talvez mais intenso, mais profundo.
As vezes isso era algo a que se orgulhar sabe? Ser independente, poder se sentir independente emocional.
Mas também existia os momentos em que ela queria apenas quebrar a cara, fugir, fazer besteiras como qualquer um.
Queria se jogar, ir até o fim sem pensar.
Ela poderia se apaixonar, poderia.. mais não se deixava.
Ela poderia qualquer coisa, qualquer coisa..
Mais ainda não. Ela se falava isso.
Doía ver tudo se passando pelos olhos dela assim sabe? Como se esperasse algo..
Era como se tudo se passasse a sua frente. Como um filme. Mais nada se encaixava.
Iria aparecer esse algo da sonhadora?
Não seria uma espera em vão, uma chançe de sorrir chutada ao vento?
Perguntas, perguntas.
Seus olhos ficaram tristes por um momento, mesmo que ela tentasse esconder.. eu vi.
E que olhos tristes..
O tempo passava cada vez mais rápido.
E ela ainda queria ser como qualquer um..
E eu realmente não sei, se era apenas pensamentos bestas, ou uma triste realidade.

Josi Keller

14 comentários:

Thais Motta disse...

Ei moça , as cores do seu texto estão apagadas :S

Não dá pra ler , haha .

Muda lá , pq eu adoro teus textos ;)

Um beijo =*

Anne Lieri disse...

Josi,linda prosa poética!Pessoas que apenas estão na vida de corpo presente.Parece que esqueceram a alma.Muito triste!Bjs,

Chica disse...

Lindo e triste.E há que está assim na vida, vivos, só respirando.Sem viver!beijos,chica

Tina disse...

Liindo *---------*
Lindo mesmo,c concoordo, realmente existem pessoas aassim, e elas são, com certeza, extremamente tristes!

Letícia disse...

Nossa ficou muiito massa *----------*

Anne Lieri disse...

Josi,respondendo sua pergunta em meu blog eu diria que essa pessoa não é vc,mas um momento de vc.Tmbem me sinto assim,algumas vezes,mas temos que respirar fundo,reecontrar nossa força interna e prosseguir.Tenho certeza que vai consguir,pois tem tanto a nos dar com seus belos textos!Sua alma não é vazia,como eu disse.É só questão de tempo para conhece-la melhor!Bjs,

Daniel Teixeira disse...

Olá Josi

Você é excelente poeta, bom mesmo o que se lê: mas fica a dúvida...sentimentos assim superiormente explanados e tanto erro ortográfico básico...é você mesmo?!

Daniel

Maryama* disse...

Triste, mas docemente lindo ;*

ONG ALERTA disse...

Muito certo tudo que esta escrito, apenas poder viver, paz.

Duda Costa disse...

Josi, tem selinho pra voce la no blog.
Beijoos

Camila disse...

nossa que lindo *-* adorei o jeito que voce escreve *-* tem um selinho pra você lá no blog :) eu realmente gostei daqui, virei mais vezes *-*

Lua disse...

Oi to visitando o seu blog pela primeira vez, eu adorei o seu texto.

beijos

Krol Rehbein disse...

Você escreveu sobre mim, sério.
Muito bem escrito .obrigada gostei do que li.
bjos e ja estou seguindo seu blog.

Angélica Lins disse...

Intenso, como tudo aqui.
Certamente voltarei.
Abraços...