17/12/2009

Noite de verão .

Uma respiração pesada, um olhar perdido, um mar imenso e ameaçador, uma garota a beira da praia, de cabeça baixa, o vento balançando seus cabelos negros.
Um olhar perdido, em busca da imensidão. Bruno desce para a praia, esperando encontrar naquela escuridão e naquela força do mar, respostas, razões.
Dois garotos em direção contraria.
Andando lentamente, sem tentar pensar em nada, ele olhava o mar e depois pra frente. Ele viu uma garota cabisbaixa, de uma beleza encantadora, de um olhar distante. Chegando mais perto ele ainda a olhava, quando seus olhares se encontram ela sorri.
Era como um nascer do sol. Uma amostra de que ainda existia muita vida.
Ele retribui o sorriso, falando baixo. - Boa noite ..
Eles param. Se olhando, sorrindo apenas.
Andando agora ambos na mesma direção, conversando, se conhecendo um pouco, sorrindo, ou apenas se olhando.
Era como se fosse a anos que conhecia aquele olhar.
Em uma mesa de bar, por volta das 10:00 da noite, conversavam animadamente como um verdadeiro casal. Como se fossem dois apaixonados!
Ele de carro, e ela a pé. Uma carona.
De instantes que pareciam horas em silencio. Apenas se entreolharam-se na noite.
Nada restava a dizer.
Como se fosse instinto, natural, ele passa a mão pelo seu rosto, como se temesse quebra-la.
Com a mão entre seus cabelos, um suspiro, eles se beijam, com toda calma do mundo.
Um beijo suave, lento, e seguido de um longo olhar. Nada restava a dizer.
Eram estranhos, incompreendidos, e existia algo ali, indecifravel ..
Abrindo a porta do apartamento, sem levantar os olhos, ela fecha a porta.
Um silencio pesado. Dura-se poucos instantes.
Passando a mão pela sua cintura, ele a pressiona contra a porta, se olhando longamente, depois um beijo apressado.
Mãos, boca, suspiros, desejo, vontade, prazer, uma noite ..
As 3 da madrugada, ele acorda como se tudo fosse um sonho. Sente um corpo quente junto ao seu, fecha os olhos, sorri, e começa tudo de novo ..
Uma noite !
Era tudo o que ambos precisavam no momento ..

Dois dias após, em um ônibus, voltando pra casa, ela ainda sorria, aquele sorriso que irradiava.
Ela de olhos fechados, tocava os lábios com a propria mão.
Era real demais pra ser verdade.

Desafio Coletivo: Um amor de verão
Mais amores de verão: M.Fernanda, Luciana, Pâm, Natalia
Josi Keller

11 comentários:

Sônia Silvino disse...

Josi!
Visitando o teu blog.
Belo texto, menina!
Bjkas!!!

Ni ... disse...

Que amor gostoso...!

Beijo e mais beijos...

''Tay' disse...

O texto ficou perfeito *-*

Sil disse...

Assim é muito bom né...
Principalmente quando fica com gosto de quero mais...

=P

Bjos

Caroline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Krol Rehbein disse...

Muito perfeito :O menina que lindo .
Tão bem escrito que deu ´pra ver tudo em minha mente.
Nossa meu, muito perfeito! Cara você passa sentimento quando escreve. Eu estou euforica. Parabén!

obs.: lindo seu blog de cara nova:D
bjinhos até breve.

Marcela Alves disse...

Nossa que historia linda. Eu adorei.. passarei sempre por aqui..

bjos querida..

Camila disse...

Muito perfeito! Nossa deu pra imaginar tudo e deu vontade de quero mais! Beijos.

disse...

Que história! :P
as noites de verão, com certeza são as melhores! sempre tema para alguma coisa, seja real ou não!

beijos ;*

Rayssa A. :] disse...

ameei o texto, muito bom seu blog, depois da uma passada no meu, é novo ainda. mas passa la;

www.diversosuniversos1.blogspot.com

maximumforma disse...

Meu seu blog é espetacular, show not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e um feliz ano novo e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
UM grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo