13/05/2010

Ela ja o perdeu .. parte V

Ela parece pensar um pouco. Ela não conseguia pensar direito. Era surpresas demais para um dia que prometia a fracassar.
Ela falo baixo _ Claro, obrigada.
Assim eles saiem do restaurante. Andando ao lado dela, ele passa a mão pela sua cintura ao atrevessar a rua e a se dirigirem para o carro dele que para a surpresa dela, era um dos carros do ano.
Nesse momento ela não sabia o que a surpreendia mais.
Agir como uma adolescente e tremer, chegar a se excitar com apenas uma mão na cintura. Mas era a mão DELE.
Ou ela realmente estar o reencontrando, ele ter mudado tanto.
Ele sorrindo abria a porta para ela que sem graça entra no carro, e enquanto ele senta atrás do volante e após a perguntar aonde mora, ela se perdi novamente em pensamentos.
A apenas alguns 6 meses ela teve a fatidica noite em que o ligara pela ultima vez e se derramara em lagrimas. Mas ela ainda tinha sonhos com ele. Sonhos bobos talvez, romanticos, excitantes.
Mas nesse momento ela se lembrava de como o tinha visto pela ultima vez.
Enquanto andava pela rua, e olhava para trás de minuto em minuto, ainda o via lá no final da rua, no mesmo lugar. A olhando. A olhando como se seus olhos a prometessem algo.. A despedida tinha sido dura. Ela nunca mais o tinha visto. Enquanto ainda andava e olhava para trás de tempos em tempos, seus olhos se enchiam mais e mais de lagrimas.
Era .. necessario. Pelo menos nos seus pensamentos.
Mas e agora ? Naquela epoca tudo era complicado, ela poderia dar mil razões.
Mas e agora ? Sua mente a perguntava.
Ela balança a cabeça como se para parar os pensamentos.
Ele que a olhava atentamente questiona.
_ Que houve ? Ta passando bem ? Se quiser eu ..
_ Não, não .. ta tudo bem. Desculpa. _ ela o interrompeu _ Só pensando. _ ela sorri de leve.
Com isso ele volta a atenção para a estrada novamente, e sorri enigmatico.
Como sempre .. _ fala em um sussurro. _ Como sempre pensativa garota. _ fala mais alto agora, e a olha de soslaio e volta a atenção para a pista.
Ela encosta a cabeça no encosto da poltrona, o olhando com um pequeno sorriso, e fala baixo.
_ Defeito ..
Ela contemplava seu perfil. Sua camisa social, agora com as mangas enroladas até o cotovelo, alguns botões meio abertos. Calça preta. Aquele cabelo preto, e bem cortado hoje em dia. Aposto que ainda macio, ela pensava. Ela inspira e sorri mais ainda. O perfume .. ainda o mesmo. Inesquecivel. Marcante.
Nesse instante ele estacionava o carro, e a olha, logo em seguida ela abre os olhos e o encontra sorrindo todo bobo. Do mesmo jeito de sempre.
Ah, era tudo tão familiar.
Ele começa a conversar em uma voz rouca, e mansa, era como sonho ..
_ O que foi minha linda ? _ nesse instante , ele estica a mão e afasta uma mecha de cabelo do rosto dela, sem parar de olha-la. Sem esperar resposta, apesar de não saber o que responderia ele continua conversando.
Ainda sorrindo encantador. _ Senti sua falta ..
Seus olhos expressavam isso, e nesse instante o sorriso dela foi se apagando.
Ele se sobressalta.
_ O que foi ? Fiz algo de errado ? Falei algo errado ?
Ele continua falando enquanto ela ia consertando no assento e pegando a bolsa. Começou a falar sem jeito.
_ Nada, eu .. _ ela o olha _ Preciso ir. _ e sem esperar resposta ela vai abrindo a porta do carro. E ele sem saida, abre a dele e dá a volta até ela, e a segui até a porta quase correndo.
_ Eii, espera. _ quando enfim ela vira pra ele, a um lance de escada acima, ele começa.. _ Foi você que me ligou ?
Ela se espanta, e seu rosto transparecia isso.
Ele começa a se explicar.
_ Eu não sei, _ sorri de lado meio nervoso _ Posso estar errado, mas a um tempo atras, uns 6 meses, você me ligou ? Escutou minha voz ? _ e quando ela ainda não respondia, ele continuou falando _ Você trocou seu número. Em uma visita ao interior sua prima me disse que você tinha vindo pra capital. Mas não consegui falar com você.
Os olhos dele transpareciam algo como .. esperança !
Esperança, curiosidade, carinho, solidão ..
Ela agora olha para a rua, e sorri, como se para si mesma.
_ Você entrou a minha vida novamente a menos de 3 horas .. Você aparece mudado, me olhando assim como antes, suponho eu que esteja casado. Fica falando que sentiu minha falta .. Isso não é legal. E eu não quero novamente acordar e perceber que foi um sonho. _ ela termina de falar ainda o olhando.
E quando nota o silencio e o que acabou de falar, e ele ainda calado, ela se vira e começa a entrar mas ele a impede segurando seu braço. O que a obriga a virar para ele e olha-lo.
Os olhos dele nesse momento estavam penetrantes demais. Era como se ele a conseguisse decifrar com esse olhar.
_ Eu não sou a mesma pessoa de antes .. Não estou casado, estou solteiro. Eu realmente senti sua falta. E nada disso é um sonho.
Ela começa a se virar para ele, e ele vai soltando seu braço lentamente.
Ela começa falando baixo.
_ Eu te liguei ..
_ Por que não falou nada ?
_ Porque .. não sei ! _ ainda sussurrando ela falava.

Continuação de palavras antigas ..
( .. )

Josi Keller

Um comentário:

Krol rehbein disse...

agora que tava ficando bom acaba...rsrsr quero mais por favor..rsrsr
bjo