07/03/2011

Indícios

"- Ficará bem sozinha?
- Ainda não, mas preciso aprender a ficar."
Não necessita de palavras. Na verdade, não há palavras; não há palavras cabíveis, palavras sábias ou até mesmo suficientes nessa circunstância. A mente não quer pensar, os sentidos se calaram, eu estou apenas aqui, parada, te olhando ir, meus olhos te acompanham. Existe apenas um indício que ainda estou aqui, que ainda estou viva: meu coração, que bate forte, como se gritasse. Talvez seja de dor, ou talvez já seja de saudade.

Um comentário:

''Tay' disse...

Gostei muito do texto *-*
bjus =*