26/07/2011

Garoa fina, e ensinamentos para a vida toda.

Garoa fina. Ela sente molhar seu corpo, lentamente no começo, mas ganhando força e a molhando de corpo inteiro.
Ela me falou sobre a sua dor. Perguntou-me, como podia estar cercada de pessoas, e nenhuma delas preencher o vazio de seu coração.
Ela me contou sobre o vazio, a angústia, como tudo isso a machucava.
Ela pertencia a todos os lugares, e ao mesmo tempo, não pertencia a lugar nenhum.
As lagrimas secas que antes estavam em seus olhos, demonstravam a fragilidade; e o símbolo do infinito pendurado em um cordão ao redor de seu pescoço, gritava para todos, que ela tinha forças, que nem ela sequer imaginava. As cicatrizes em seu pulso mostravam de uma forma sem margem a questionamentos: ela tentara acabar com a dor.
Perguntei-lhe se queria dar fim á sua vida.
Ela me disse que nada era mais belo do que essa vida, esse país, e essas pessoas. O céu, as estrelas; o mar, os pássaros; ás pessoas criticas, mas frágeis; as pessoas simples, mas cheias de ensinamentos a compartilhar. Disse-me ainda que para tudo existe uma razão; que as pessoas só eram mal compreendidas, mal interpretadas; que o tempo curava tudo, e que dificuldades ensinavam a viver; mudanças eram necessárias, e ser sempre a mesma pessoa não satisfazia a nossa alma.
Eu apenas a olhava. Nesse determinado momento, não me importava mais com a chuva. Molhava juntamente com ela.
Sua resposta ao mesmo tempo em que me pegou de surpresa, me deixou mais intrigada.
Ela percebendo meu silencio e meu olhar, continuou a falar.
“O vazio sou eu. O vazio está em mim. E essa minha angustia, é como o mar. Não se sabe quando vai estar agitado, ou quando está calmo. Não posso prever, não posso fazer nada, além de suportar. Sou covarde. Mas ao mesmo tempo, sou mais corajosa que muitos que conheço. Ainda penso em felicidade, ainda penso que posso conseguir mudar, suportar mais. E eu irei. Eu errei, eu erro, mas essas marcas estão aqui para me lembrar de que existe um mundo melhor do que este, e que ,eu posso chegar lá. Que eu já cheguei a um extremo, então posso chegar ao outro. Não posso agradar a todos, nem Jesus conseguiu tamanha façanha. Mas ele me dá forças agora, aprendi a não pedi-lo para tirar de mim todo esse tormento, e sim a me ajudar a suporta-lo. Essa é a coisa certa a se fazer.”
Silencio entre nós. As palavras martelavam na minha cabeça.
Por que está aqui fora na chuva, perguntei-lhe.
“Porque na chuva, ninguém me verá chorar. Estou melhor, mas ainda dói.”
Nesse momento lembrei-me de em algum momento dizer algo parecido. Enquanto falava, ela acariciava, segurava seu próprio pulso. Como se fosse à marca da sua sobrevivência.
(...)

Isso tudo me levou a pensar... Nada é fácil. Ninguém disse que seria. E essa dor que você sente, está ai para te lembrar de que você esta vivo, e que existe pelo que lutar! Nada é fácil, mas a forma como você olha e enfrenta as dificuldades, faz toda a diferença. Existe esperança, acredite; Jesus te ama e nele você encontrará forças suficientes para qualquer obstáculo. Aprenda a confiar.

5 comentários:

Luana S. Santos disse...

Um belissímo texto, isso não poderia esquecer de dizer.
Sinto esse vazio também e as vezes quando o vazio vai e dor entra é complicado, tem dia que não é fácil respirar e tem outros dias em que apenas respiro e nada me tira o fôlego e esse contraste nos dias é preciso. Como também é necessário o fato de nós mesmo todos os dias deixar de lado os olhares maldosos ou invejosos de lado, a incerteza ou inveja, para conseguirmos ser apenas nós mesmos, sem nenhuma interferência negativa, nada que mude a nossa raíz, mudar é sempre preciso, mas mudanças boas que são necessárias as outras, essas que são as que nos pertubam, mas temos que filtra-las e as vezes apenas temos que jogaga-las fora.

Adorei seu texto, Beijos.

Júlia Evelyn disse...

Estava procurando imagens no google, de repente vim parar aqui, primeiro foi a música que tocou meu coração, logo depois, suas palavras. Eu chorei, e juro que precisava, me sinto mais aliviada e comum. Alguém sente o mesmo que eu!

Parabens pelo texto e por conseguir tocar o coração das pessoas. sim, voce tocou o meu.
Queria muito postar esse texto em meu tumblr, com o seu consentimento, colocarei os devidos creditos.

Estou seguindo o seu blog e aguardo respostas suas, ok? Um forte abraço, que Deus te abençoe!

Júlia Evelyn disse...

Josi, gostei muito da sua simplicidade ao aceitar elogios *-*
entendo que tem dias que a gente precisa de palavras que nos incentivem a continuar! Acabei de postar o texto no tumblr.
aí está o link:
http://sentimentalforever.tumblr.com/post/8348015380/garoa-fina-ela-sente-molhar-seu-corpo-lentamente

gostaria muito de conhecer o seu tumblr tambem! se puder, deixe uma ask lá ou suga pra eu te identificar. um beijo.
obrigada por me deixar postar se texto lá! vou reler sempre que precisar de forças!

;*

KINHA disse...

Olá Josi

Eu sou Kinha do blog AMIGA DA MODA e vim conhecer seu espaço que é lindo e interessante e por isto já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.
QUER GANHAR UMA JOIA? A designer Eliana Colognese criou um belíssimo anel e gostaríamos muito de contar com a sua participação. Faça a sua inscrição no blog e...Boa Sorte

Bjooooooooooo...................
http://amigadamoda.blogspot.com

Júlia Evelyn disse...

Hey mocinha, nao precisa agradece por nada. Voce é merecedora das suas conquistas!
Sigo teu tumblr e amei lá! :D

bjs