19/10/2011

Passado e memórias

Lembranças. Recordações. Memórias. Passado ainda vive constante.
Queria poder explicar esse imã que me puxa sempre de volta a você. Somos melhores separados meu amor, eu não sou boa o bastante para você e você não serve para mim. Ao contrário de todo o esperado, não devemos ficar juntos. Devo admitir porém: Você me traz calma, paz. Ao seu lado, me sinto acolhida, me sinto forte, como se pudesse enfrentar qualquer coisa. Quando penso em me sentir bem, te desejo ao meu lado. E você sabe meu amor, você sabe, ao oposto de folia, multidões e constante festa, eu gosto da calmaria.
Eu não sei se te quero, mas também não sei te deixar livre.
Sabe, a memória de nós mais viva em minha mente, é quando estávamos sentados debaixo de alguma árvore, você me abraçou pelos ombros, beijou minha testa para em seguida entrelaçar seus dedos nos meus e me olhar com seus olhos faceiros, e seu sorriso. Eu não pensava em mais nada a não ser a cor maravilhosa dos seus olhos. Nessa época, eu encontrava todos os meus planos para o futuro na cor dos seus olhos. Mas o tempo passou, e eu mudei. Não posso olhar em seus olhos sem sentir dor. E não vejo maneira de ser outra pessoa e continuarmos os mesmos. E isso dói mais ainda.
Passado, lembranças. Estou sempre em constante indecisão. Só há uma certeza: preciso matar a pessoa que quero ser, ou a pessoa que fui.
Te confesso, não sei se consigo não imaginar você na minha vida.

2 comentários:

Valéria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria disse...

Sigo vários blogs, e por isso visitar todo mundo e comentar principalmente, não é uma tarefa fácil. Mas eu sempre estou de olho em todos, por isso hoje reservei um tempinho pra estar visitando todos os blogs que sigo,desejo um ótimo começo de semana a ti

Que Deus abençoe!!!